ACONTECEU NA COMUNIDADE: PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DE FÉRIAS FUNDAÇÃO ALEIJADINHO

02/08/2022 às 10h44

 

ACONTECEU NA COMUNIDADE: PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DE FÉRIAS

 

Nas duas semanas de férias escolares de julho/2022, a Fundação Aleijadinho contemplou seus núcleos do Projeto Esporte e Cidadania – Judô de Ouro com atividades esportivas, artísticas, culturais e educacionais.

Gincanas, cine pipoca, competições internas, apresentação de danças folclóricas brasileiras, discussão e reflexão em torno dos temas apresentados, contação de história com tema vivenciado em nosso dia a dia, reconto de histórias clássicas, criação de história coletiva e oficina de circo formaram a diversidade apresentada às crianças, adolescentes e famílias durante as duas semanas.

Além de proporcionar atividades diversificadas, que somam ao objetivo principal do Projeto Esporte e Cidadania – Judô de Ouro, buscou-se valorizar e apoiar projetos locais pessoais, como o da contadora de história Bárbara Alves e de outras instituições como a Universidade Federal de Ouro Preto, através do Grupo de Dança Rosários.

O Grupo de Dança Rosários, coordenado pela Profª Juliana Bergamini, apresentou aos alunos a arte da dança em variações regionais, como por exemplo, o Xaxado representando a região Nordeste; o Siriri representando a região Centro – Oeste, a Umbigada, Sudeste; Cunhã, a região Norte e o Pezinho para ilustrar a região Sul. Quanta riqueza!

Além da expansão de conhecimento cultural, os alunos puderam observar como o grupo, através da dança, trabalha de forma consciente o corpo, espaço, tempo, coreografias, e entender que isto é possível e acessível também a eles, e que pode contribuir muito em suas vivências, reflexões e na formação como cidadão. 

Dando continuidade a esta perspectiva, Bárbara Alves, contadora de histórias, por meio do reconto de histórias clássicas como Os Três Porquinhos e Chapeuzinho Vermelho, apresentou a possibilidade de o reconto ser modificado, e com isto, evidenciou a importância da reflexão e do pensamento crítico na formação do cidadão. Além disso, o seu projeto busca resgatar o livre brincar da infância, das brincadeiras de quintal, pinturas de tinta natural, contação de histórias, oficinas de produção de brinquedos reciclados, ou seja, com material de fácil acesso, que permitem acessibilidade ao lazer, de forma leve, barata, divertida e saudável.

Seu objetivo é “proporcionar vivências artístico afetivas e artístico educativas, pautadas nos pilares da arte, educação, sustentabilidade, cultura e afeto.” 

E isso tudo foi muito bem colocado em prática com os alunos do Projeto Esporte e Cidadania – Judô de Ouro durante a programação especial de férias.

Esses acontecimentos, além do que já é proporcionado com a prática do esporte (Judô), desenvolve a capacidade crítica e criativa das crianças e jovens nas atividades, bem como a possibilidade de novas vivências e amizades formadas (com crianças e adolescentes de horários diferenciados), o sentido de competição, de diversão, de respeito, olhar e apoiar ao próximo. A participação efetiva e espontânea, estimular o outro a realização das atividades, valorizar o envolvimento e o seguir as regras estipuladas para que as atividades ocorram de forma segura. 

Nesse sentido, Yone, instrutora da oficina de circo ofertada, pontua e descreve muito bem as vantagens do que está sendo oferecido pelos Projetos: “A minha parceria com a Fundação se dá por meio dos objetivos das atividades que caminham com a mesma ideia. Tendo foco nos participantes enquanto cidadãos. Focando na transformação de cada participante enquanto individuo dentro da sociedade. Tanto o Circo quanto o Judô, utilizam as técnicas e práticas corporais como ferramentas de transformação e essa linha de pensamento faz a diferença na visão de futuro e ideais de cada participante. No Circo, o importante não é a técnica em si, mas o que as atividades podem afetar positivamente a vida de cada um, tanto na escola, em casa, no bairro.... O foco não é capacitar profissionais de circo, mas sim formar cidadãos, contribuindo para o crescimento pessoal de cada um”.

Ou seja, tudo pensado para cumprir nosso objetivo de apresentar e usar o esporte em uma dimensão heterogênica, democratizar o acesso às práticas esportivas e, através delas, de traçar caminhos para o desenvolvimento integral ou humano dos alunos e de várias habilidades que podem contribuir e muito com a formação efetiva deles enquanto cidadãos.

Essa programação especial foi realizada pela Fundação Aleijadinho, com patrocínio da Gerdau e apoio da Prefeitura Municipal de Ouro Preto.

"Acreditar no esporte é incentivar conquistas!"


Voltar

Confira também: